Lista de Nomes

O Nome é Masculino ou Feminino?

Nome masculino ou feminino é mais uma questão cultural do que uma regra.

Na hora de escolher o nome do bebê, muitas vezes, os pais se deparam com nomes que servem tanto para meninas quanto para meninos. Nomes unissex são comuns e se pararmos para analisar, vamos lembrar de diversos casos. 

Isso acontece não por confusões ou erro dos pais na hora de escolher o nome, mas sim, na maioria dos casos, por uma questão cultural. Nomes que são considerados femininos em um país podem ser masculinos em outro e vice-versa. Na Itália, por exemplo, Daniele e Andrea (ou Andreas), são nomes masculinos e o que dizer de Michele (com a pronúncia "miquele" equivalente de Miguel na Itália) e aqui quem não conhece as meninas chamadas Michele (com pronúncia "michele"). Outro exemplo é Dominique, que na França é comum para homens, e no Brasil há muitas mulheres com esse nome. Sidney, que é considerado um nome bem masculino no Brasil, também pode ser feminino nos Estados Unidos. 

Ariel é outro caso interessante, pois é um nome bíblico originalmente masculino, porém foi escolhido pela Disney para a Pequena Sereia. Depois da personagem, é comum ver meninas com o nome Ariel. Da mesma forma, a Xuxa escolheu um nome masculino russo para a sua filha Sacha. 

Em geral, são as terminações que indicam se o nome é feminino, masculino ou unissex. Nomes terminados em “i”, “y”, “ir” ou “is”, como Valdeci, Juraci, Iris, Nair, Nadir, Francis, Yuri, Remi, Sandy e Ivanir podem ser usados para ambos os sexos. Aqueles com terminações em “ar”, como Dagmar, Rosimar, Lucimar e Itamar também são unissex. Rene, Alcione e Dorizete podem facilmente ser associados a homens ou mulheres.

Uma forma interessante de brincar com nomes é mesclar feminino e masculino em nomes compostos. As combinações mais comuns e que dão super certo são Maria José ou João Maria.

Talvez a lista de nomes do Guia do Bebê traga alguns nomes que você considera masculino e que estão catalogados como femininos, ou o contrário. Isso acontece porque a listagem foi criada segundo a amostragem interna do nosso portal. É possível que com o tempo as classificações de gêneros sejam autoajustadas de acordo com nosso banco de dados de bebês cadastrados.

Não tome essas atribuições de masculino e feminino como regra o que vale é o bom-senso na hora de escolher o nome de seu filho ou filha e levar em conta como ele se sentirão quando crescidos e principalmente na fase escolar que é o momento mais traumático para os adolescentes. Então se você pode escolher um nome que não deixa dúvidas, para que arriscar a felicidade de seus filhos?